Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

TESES VIVAS**

A cidade cresce em muros e prédios,
subtraindo árvores e ares.
As casas encerram seus habitantes
em paredes e grades “protetoras”
e na escola o aluno aprende a lição:
A geometria restritiva
e a matemática da fome consentida.

A sociologia da rua continua precisa
e providencia teses vivas.
Nos baixos do viaduto
a madrugada fria ensina na pele
a metereologia que não falha.

A cidade cresce em diferenças
e desgraças se multiplicam.
A arquitetura das favelas
ensina a lição da sobrevivência.

Moleques da Febem e presidiários do Carandiru
destroem teses racistas
de que o negro é criminoso nato.
Ensinam lição que não se aprende
na faculdade dos nobres mandatários.

A cidade cresce em vielas e favelas.
Subtraem-se vidas em massacres e chacinas.
Vidas que não importam
que não contam nas estatísticas essências.


cp-araujo@uol.com.br
Célio Pires de Araujo
Enviado por Célio Pires de Araujo em 15/07/2005
Reeditado em 21/10/2006
Código do texto: T34613

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (autoria de Célio Pires de Araujo). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Célio Pires de Araujo
São Paulo - São Paulo - Brasil
1075 textos (32936 leituras)
2 e-livros (236 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 05:52)