Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

PALAVRA É BALA**

Eu luto
de amor em punho
pela paz,
mas
minha coragem
é pra mais.

Eu penso
que a paciência
é dez,
mas
meu coração
quer mais.

Eu respiro
o ar que o diabo
não quer.
Aço e
fuligem
que a cidade expele.

Eu falo
pelas bocas quietas.
Não aceito
miséria.
Me inquieto
e insisto.

Eu enfio
os pés pelas mãos
e contradigo
meu peito pacífico.
Minha cabeça
quer mais.

Fogo
Revolta
Reação

Eu acho
que palavra é mão,
ação eficaz.
Que palavra é bala.
Que palavra bela,
União.
Que a palavra age,
coragem.
Eu quero é mais.


cp-araujo@uol.com.br
Célio Pires de Araujo
Enviado por Célio Pires de Araujo em 15/07/2005
Reeditado em 21/10/2006
Código do texto: T34617

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (autoria de Célio Pires de Araujo). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Célio Pires de Araujo
São Paulo - São Paulo - Brasil
1075 textos (32929 leituras)
2 e-livros (236 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 16:57)