Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

ALMAS PERDIDAS

Criaturas  de Deus
Errando pelas ruas
Na negra noite fria
A cidade está vazia.
Choram penas suas
E os pecados Seus.
Marcadas  e feridas
No corpo e na alma
Na vida perdidas
Sem eira nem beira.
Eu até perco a calma!

Porquê meu Deus?
Tira-me  esta cegueira
Para que  veja entenda
Qual o motivo a razão
Dessa triste decadência
Na miséria da sua senda
Até dormem sem abrigo!
Diz-me oh alta Potência
Tu que fazes e podes tudo
Porque não lhes dàs a mão
Lhes perdoas de coração
E  guias bem suas vidas
Para que sigam  rumo certo
Sem terem da fome o aperto?

Mas ó Deus que podes tudo
Vê se tais almas favoreces.
Por favor ouve suas preces!
Penso no meu ser profundo
Que se pudesse  eu faria tudo,
Para  que  as almas perdidas
Vítimas de egoismo, maldade
Abandonadas por este mundo
Encontrassem o seu caminho
Que as levaria de mansinho
Ao amor à paz e felicidade!
Victor Alexandre
Enviado por Victor Alexandre em 16/07/2005
Reeditado em 11/03/2008
Código do texto: T34718
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Victor Alexandre
Bélgica, 72 anos
274 textos (86446 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 02/12/16 18:06)
Victor Alexandre