Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O POEMA DEPRESSA

Escrevo um poema
Assim depressa
E liberto o rio
Abraço o teu mar
Na foz veludosa
Da paixão extrema

O horizonte é meu lar
E eu enfeitiçado
Pela crescente lua
Assinalo na tua pele
Palavras que a noite
Mais tarde vai narrar

Fluo ágil ligeiro
Assim depressa
E chego-te devagar
No fim do respiro
Roubando no verso
Um beijo matreiro

© Jean-Pierre Barakat, 11.07.2003
Jean Pierre Barakat
Enviado por Jean Pierre Barakat em 05/02/2005
Código do texto: T3486
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Jean Pierre Barakat
Fortaleza - Ceará - Brasil, 53 anos
111 textos (4955 leituras)
1 e-livros (96 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 26/09/16 00:39)
Jean Pierre Barakat