CapaCadastroTextosÁudiosAutoresMuralEscrivaninhaAjuda



Texto

composição poética

me passa adentro
um pensamento vagaroso,
não como o vento que passa,
mas o dia como um todo.

um pensamento,
não sei se fé ou se esperança,
um ponto vago e intuitivo
entre a saudade e a lembrança.

um hino mudo,
uma gramagem, um silêncio;
me passa quase como fosse-
-me o relento,

a madrugada, o astro mudo,
o frio sereno...
um pensamento devagar
me passa intenso.

não é a dor
nem também filosofia.
me passa livre, sem porquê ou
também valia.

um pensamento
como um sério manto indulto,
leve e longe, como o sonho
ou como vulto.

um sentimento
sem paixão por que sofrer.
um querimento sem saber
o que querer.

mas passa assim
quase imprescindìvelmente,
fugaz eterno, impropério,
rijamente.

me passa enfim
um'alma além da que a que tenho.
me passa a história, a conclusão,
o fim do tempo,

o começo
e a sequência do universo,
o passarinho
no telhado do comércio...

me passa e vai
vagaroso e indefinido
pra nunca mais voltar em mim,
qual proibido.

mas neste tempo
longe e vago que se atina,
necessária e brandamente, como sina,
um poema meu no branco chão
se apergaminha.
andré boniatti
Enviado por andré boniatti em 20/02/2012
Reeditado em 05/03/2013
Código do texto: T3509643
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (andré boniatti). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.

Comentários

Sobre o autor
andré boniatti
Corbélia - Paraná - Brasil
248 textos (42792 leituras)
14 áudios (489 audições)
11 e-livros (662 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 31/07/14 18:38)