Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Embora


 Foram-se horas olhando as árvores se encontrarem com o chão nas noites de chuva.
 Foram-se tantas orações.
 Pensei em não viver mais.
 Procurei abrigo nos livros, embora me ensinaste a crer apenas no que ouço.
 Me trouxe dor os dias de alegria, porque sabia que estavas lá, naquele restaurante ou naquela reunião de amigos, embora tão anti-social foste a vida inteira.
 Fizeste-me chorar sangue, embora lágrimas de crocodilo faziam-me acreditar que amavas a mim.
 Vivi por você, acreditei no meu sonho, embora o tempo todo, tua luta fosse inimiga do meu amor.
 Pegaste na ferida que não havia cicatrizado depois de outras vidas.
 Embora o fim não chegou, ainda o vejo.
 Embora sejas meu fim, à meu fim te procuro.
Camila C
Enviado por Camila C em 17/07/2005
Código do texto: T35201
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Camila C
Estados Unidos
25 textos (3769 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 09:13)
Camila C