Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

SONHOS AO MAR

SONHOS AO MAR.


Deixo-me estar na beira do rio
beija-me o sol, com dourados raios
sob este céu de azul tão nítido...

Lanço sonhos à profundidade do celeste azul...
Nestes sonhos, há acalentadas esperanças...
Nestas esperanças há efetivos ideais antigos,
que sempre mantenho vivos,
dentro destes sonhos, que me suavisam!
O rio, com sua grande ligeireza,
tem pressa de entregar suas águas ao oceano!

Tão rápida a mudança, na aparência do dia!
Um vento forte pastoreou nuvens negras, pesadas,
trovões altíssimos de relampejamentos próximos...
Larguei tudo ali na margem
e a enxurrada derramou meus sonhos
para dentro do rio...
E, o rio tem pressa de chegar ao mar...

Foram embora, com aquelas águas,
 os meus ideais cheios de matizes de
todas as cores do arco iris...
Estavam dentro da verde esperança,
contida nas luzes sempre tão vivazes,
dos meus belos sonhos, cheios de nuanças !

Passei então, a frequentar, todos os mares,
todas as praias, de todos os continentes,
as mais remotas,
nas asas do pensamento,
em busca dos meus sonhos!

Mas, sempre me parecia,
que aqueles coloridos sonhos,
estavam uma praia além...
um mar, além...
um continente além...

Mas hoje estou venturosa.
Corpo cansado, me larguei à tona,
boiei nas ondas, à chegar na praia...
Um sono profundo veio com o vento,
sopra aos coqueiros assovios longos
e aos meus ouvidos, brandos acalantos.
Adormeci!...

Não senti o riso, que ri,
quando o mar despejou bem junto a mim
todos os meus sonhos, muito coloridos...
Carrego-os, agora, mais fortalecidos,
estes mesmos sonhos que havia perdido
e agora achei!!


Maria Mercedes Paiva
03.11.04


Maria Mercedes Paiva Paiva
Enviado por Maria Mercedes Paiva Paiva em 06/02/2005
Código do texto: T3563
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Maria Mercedes Paiva Paiva
São Paulo - São Paulo - Brasil, 66 anos
76 textos (4413 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 15:08)