Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Estranhos Dias

Nuvens carregadas, frentes frias
Cercam terra e alma
Imprimem preta sombra até nada
Pelo ar sinto estranhos dias, nublados, em que o sol priva o mundo de seu louro

Do seu invisível escancarado
Seu nu, todo ele ofuscado
O brilho forte do fogo, seu óbvio couro

Ele pra mim envolto por gás e água
Cinzas que embalam para presente
O calor que nem se sente
A principal luz dentre todas se apaga, decadente

O céu se fechou e me esmaga contra o chão
Estou em milhares de partes, estou no meio

Ao primeiro raiar de outra estrela então
Estou a toda velocidade e vou sem freio
Vermelho
Enviado por Vermelho em 20/07/2005
Reeditado em 20/07/2005
Código do texto: T36073
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Vermelho
Salvador - Bahia - Brasil, 29 anos
22 textos (1334 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 06:59)
Vermelho