Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Avesso

Angélica T. Almstadter

São tantas as horas que atravesso
Calada nesse meu processo
Em que sonho com a doce ventura
De possuir e ser possuída sem censura
No fio da minh´alma do avesso
Plasmada em corpo espesso

Será que chega o amor que mereço
Nesse quarto de hora que padeço?
Ou a história se conta torta
Buscando no alívio que conforta
Sem antes experimentar
O segredo audaz do galopar
Que cobre o corpo de promessas
Segredado em tantas conversas

O desenho do teu corpo na minha aura
Faz a diferença que restaura
A mente em corpo são
Regido agora pela paixão
Que ilumina os quartos da solidão
Antes nunca arejados
E palmo a palmo devastados
Nos momentos poucos visitados

São claras as noites de desejo
Que me entrego sem pejo
As mãos derramando poesias
Degustando amor e fantasias
Sonhando mais que o permitido
Com esse amor desmedido
Que tatua minh´alma na entrega
E quando busco me cega...
Angélica Teresa Almstadter
Enviado por Angélica Teresa Almstadter em 06/02/2005
Código do texto: T3638

Copyright © 2005. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Angélica Teresa Almstadter
Campinas - São Paulo - Brasil, 62 anos
1054 textos (55634 leituras)
25 áudios (3274 audições)
1 e-livros (247 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 01:22)
Angélica Teresa Almstadter