Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

PRO FUNDO

Padecer, Resurgir...
Lapide minha boca
Nem mesmo uma vogal
Atrevida rugi!
Paredes pareiam, sombreiam
Queda sobre os sentidos
Parecem querer engolir o ser
O coração é uma montanha
Que resolveu demolir
A alma tecida de brisa partindo...
Desertor treme ia
Craveja-lhe o frio
A noite é senhora da aurora
Resolvida festeja por ai...
- O que queres de mim
Vale enigmático?
“Desatar as ideias dar-lhes asas
Sonhar o abstrato, viver enigmas”?
Deito-me no tapete agreste
Já o reconheço doutra vida...
Ampara-me os penares
Acalenta a inquietude
Absorva o inchaço
Rejunta-me!!
Vera Lúcia Bezerra
Enviado por Vera Lúcia Bezerra em 29/04/2012
Reeditado em 01/05/2012
Código do texto: T3640018
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2012. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Vera Lúcia Bezerra
Brasília - Distrito Federal - Brasil
149 textos (2688 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 20/11/17 02:18)
Vera Lúcia Bezerra