Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Dilema

Angélica T. Almstadter

Fora da corrente sou o elo
A semente jogada ao vento
Sou a curva do paralelo
A imensidão em cada momento
Sou o inexistente
Sou o frio fio da navalha
Sou eu simplesmente
Minha própria mortalha

Na receita do destino sou passageira
Para a pitada na mistura
Onde sou fiel mensageira
Das doses de amor sem censura
Disposta como ângulo na geometria
Traço desenhos com meu corpo
Na mais perfeita simetria
Em pele nua sem adorno

Programada para ser amorosa
Desfilo minhas palavras
Meu vazio cor-de-rosa
Como enfeite das lavras
Sou também tão desconcertante
Tão rota para o escracho
A zombaria da hora
No sério papel de capacho
Como gentil senhora

Sou o muito do nada
O abalo da construção
Ilha do oceano separada
Mão dupla na contramão
Sou o olho do furacão a fumegar
Sou a lua uivando para sol
Uma amante a mendigar
Por uma estrela do arrebol
Angélica Teresa Almstadter
Enviado por Angélica Teresa Almstadter em 06/02/2005
Código do texto: T3642

Copyright © 2005. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Angélica Teresa Almstadter
Campinas - São Paulo - Brasil, 62 anos
1054 textos (55629 leituras)
25 áudios (3274 audições)
1 e-livros (247 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 14:36)
Angélica Teresa Almstadter