Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Foto amarelada...



No porta-retrato, observo a fotografia
O tempo deixou sua marca
Nas nuances da tonalidade
A foto é registro de poesia
Que a vida vem e traça
Nos traços que desenham a idade

Tingindo de antiguidade
Deixa predominar o tom amarelado
Dando a idéia de que o tempo fez história
Há uma delicada dignidade
Que atrai todo olhar desconfiado
Desafiando os caminhos da memória...

Olhos que possuem  brilho incomum
Boca que insinua a magia da vontade
Uma imagem atraente e sedutora
Olho o retrato. Como ele, não há nenhum
Encanta-me, deliciosamente sua fragilidade
E sua incrível força criadora

No porta-retrato a imagem se turva
Dando a ilusão que o tempo se fechou
Em densas nuvens de um temporal
Amarelada a fisionomia murcha
O vidro dá impressão que se quebrou
Mas você... Ah! Você se torna imortal!





Priscila de Loureiro Coelho
Consultora de Desenvolvimento de Pessoas
Priscila de Loureiro Coelho
Enviado por Priscila de Loureiro Coelho em 22/07/2005
Código do texto: T36619
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Priscila de Loureiro Coelho
Jacareí - São Paulo - Brasil, 65 anos
1286 textos (215245 leituras)
1 e-livros (148 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 22:49)
Priscila de Loureiro Coelho