Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

TEMPESTADE



Entro no turbilhão...
Sinto o vento que corta inevitávelmente minha carne!
A sensação térmica enrigesse os músculos.
Vem a tempestade!
chove torrencialmente,
As gotas de água são intermináveis.
As rajadas do vento destroem casas e
Edificios.
Derrubam árvores centenárias
Vem a tempestade!
Abre crateras,
Rasga feridas.
Estou sozinha!
Quando a tempestade passar...
Um pedaço de mim vai ficar
Perdido na tempestade.
lisbella
Enviado por lisbella em 22/07/2005
Código do texto: T36845
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
lisbella
Campo Grande - Mato Grosso do Sul - Brasil, 50 anos
345 textos (16838 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 03:04)
lisbella