Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

SONETO DA PARTIDA



Vi  o pranto a rolar dos olhos teus,
nos   teus cabelos revoltos toquei...
Com meus lábios tuas lagrimas sequei.
Senti aquele pranto como a  rolar também dos meus...

Na tua voz rouca, somente a entoar emoção,
ouvi entre sussurros, aquele tom de quem ama.
Meu  peito a bater descompassado, clama
enlouquecendo de amor e desejo meu coração,

quando vieste desejar para um dia  tua partida...
Delirei  por tudo  que o adiamento iria significar.
Teríamos tempo para extravasar a paixão contida...

Neste momento, senti meu peito doer ao vê-la chorar.
Jamais poderia a tão linda criatura negar a vida!
Se meu ser, vibra de amor ao simples toque do teu olhar...

Luis Carlos Mordegane
MORDEGANE
Enviado por MORDEGANE em 22/07/2005
Código do texto: T36860
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
MORDEGANE
São Bernardo do Campo - São Paulo - Brasil, 61 anos
69 textos (5654 leituras)
1 áudios (35 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 19:07)
MORDEGANE