Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

SONETO AO ENTARDECER



Hoje ao olhar para o sol incandescente,
quando em raios rubros buscava o poente,
trazendo a mais linda cor cintilante,
ao surgir de um entardecer fulgurante...

Fica minh’alma a tecer,
cântico ao coração do meu bem querer,
por sentir nesta luminosidade do ser,
meu coração alegre transcender...


A cada badalada do carrilhão,
suspira no compasso, com emoção,
o palpitar sentido do meu coração.

...Em seu zênite o  rubro do céu luzia
com os tons da noite, ao cobrir o dia,
ao som dos  acordes da Ave Maria!

Luis Carlos Mordegane
MORDEGANE
Enviado por MORDEGANE em 22/07/2005
Código do texto: T36888
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
MORDEGANE
São Bernardo do Campo - São Paulo - Brasil, 61 anos
69 textos (5655 leituras)
1 áudios (35 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 03:56)
MORDEGANE