Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

patinho feio



Menina que um dia
Em minha rua veio morar.
Eu a vi chegar, pequenina.
Trazendo no rosto, a desconfiança.
Junto, um ar triste e assustado.
Como alguém, que tem medo de algo.
Quando alguém se aproximava.
Ela se escondia, para que ninguém.
Percebesse que estava com medo.
Foi assim, que, eu a conheci.
Quando eu chegava, ela corria.
Para se esconder em algum canto
Que só ela conhecia.
Os anos se passaram, ela cresceu.
A beleza floresceu, o rosto que foi triste.
Não se vê mais tristeza, só alegria.
Já não se esconde, não é mais menina.
Tristezas não existem mais.
Apenas um rosto feliz, e sem magoas.
E, a menina que outrora fora o patinho feio.
Hoje é...
O cisne que desfila em minha rua...


                                     Volnei R.Braga
Volnei Rijo Braga
Enviado por Volnei Rijo Braga em 23/07/2005
Código do texto: T36924
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Volnei Rijo Braga
Pelotas - Rio Grande do Sul - Brasil, 69 anos
2314 textos (147473 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 16:57)
Volnei Rijo Braga