Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Com amor

Com amor
e outras estranhices
preencho meus desvãos.
Sentimento para mim
é igual argamassa,
faz o desejo sólido
que amarro no pescoço
pra sair de casa pesada,
e é bom.
O que é bom não tem explicação,
só tem remorso,
mas as ruindades
são cheias de detalhes
memoráveis. Feitos para
trágicos relatos, convulsões
e soluços.
Lágrimas, já as tenho às dúzias,
prontas a traduzir em sal e umidade
mesmo a tristeza menos veemente.
Não faz drama, ó menina, gritaria
minha mãe, não fosse estar tão frágil.
Não faz drama, ó mulher, me diria Deus,
não fosse estar tão longe...
claudia lidroneta
Enviado por claudia lidroneta em 23/07/2005
Código do texto: T37099
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
claudia lidroneta
Israel, 48 anos
42 textos (1096 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 23:06)
claudia lidroneta