Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

GLADIADOR

Caminho por entre os cadáveres
Dos muitos que já fui.
Por entre fragmentos de amor
E estilhaços de sonhos, caminho.
Por toda a arena há sangue,
Há lágrimas e há dor...
Por toda a arena há pedaços de mim:
Minha face jaz sob uma pedra,
Meu corpo é deleite de abutres
E meus pés eu não sei onde estão.
Por toda a arena há destroços,
Há caos e há destruição...
Há um gládio sobre a minha cabeça
E há dois olhos que me fitam...
Há um braço que brandi o gládio
E há dois olhos que me fitam...
Há o presságio da morte
E há dois olhos que me fitam...
Há o silêncio da morte
.................................................

(E há passos que se afastam...)
Rahna
Enviado por Rahna em 23/07/2005
Reeditado em 29/11/2014
Código do texto: T37128
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2005. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Rahna
Belford Roxo - Rio de Janeiro - Brasil
54 textos (2209 leituras)
5 e-livros (419 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 12:17)
Rahna

Site do Escritor