Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O QUE SOBROU DA MENINA

A menina romântica
caiu e se espatifou.
Apenas um pedaço,
um teco, um naco, um caco,
foi o que dela restou.
Do tombo que se deu
uma outra ali se ergueu.
Mais dura, menos crédula,
uma mistura de manhã
pintada com cor de breu.
Esta, um tanto mais prática
quando se cheira a romance
faz careta, torce o nariz,
bola equações matemáticas,
“Quais são as probabilidades
disso ter final feliz?”
A nova mulher é grande,
na verdade a maior parte,
mas quando o assunto é amor,
é o teco, o naco, o caco,
o nadinha, quem entende da arte.
Débora Denadai
Enviado por Débora Denadai em 24/07/2005
Código do texto: T37399

Copyright © 2005. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Débora Denadai
Caracas - Distrito Federal - Venezuela, 54 anos
722 textos (154036 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 17:55)
Débora Denadai

Site do Escritor