Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Dois Pontos




Por enquanto sou só uma meia parte
Mas a sou sabendo ser e sendo
E isso me garante uma liberdade
Mesmo quando preso em desalentos

Vejo como se fumaça fosse
A metade desvencilhada de mim
Desprendida sem desatar o nó
O nó se mantém necessário
Impávido diante de tudo

Por enquanto sou somente um dia
Que todos os dias quando acorda
Experimenta um novo sol
E isso me permite um aprendizado
Mesmo ainda incompleto
Sou eu sendo à procura do todo

Um impulsor do lirismo em vida
Na mais estreita confluência
Entre meus sentimentos

Por enquanto sou um imenso começo
Um início entusiasmado pelo sonho
A reconstrução do doce infinito

Felipe Melo
Enviado por Felipe Melo em 09/02/2005
Código do texto: T3783
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Felipe Melo
Recife - Pernambuco - Brasil, 35 anos
38 textos (3520 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 02/12/16 22:44)