Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

MANEQUIM

Fincada no angulo silencioso
Você me olha sem me ver
Atira um sorriso de boneca de vitrine, e
Oferta-me uma noite de prazer.

O coração solitário
Manquitola mergulha na ilusão
De amar a crediário
E de te possuir a prestação.

No vai e vem da emoção
O colarinho branco da cerveja
Esquenta nossa fria relação.

A dolorosa chega; pago a conta
Colho o mel da sua boca
Não sou feliz, mas faço de conta.
Antonio Virgilio Andrade
Enviado por Antonio Virgilio Andrade em 27/07/2005
Código do texto: T38075
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Antonio Virgilio Andrade
Riacho Fundo - Distrito Federal - Brasil
152 textos (16228 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 15:45)
Antonio Virgilio Andrade