Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

sou louco


sou louco.
dizem para aí.

eu sei.

não corro,
não fujo,
não procuro socorro.

sou louco.
dizem.

chicoteiam as faces da alma
vazia de penumbra.

sou louco.
dizem.

não emendo
na procura duma consolação,
não vivo
procurando a evasão
de esquecer
o que dizem.

sou louco.
dizem.

...porque quero ter sombras na parede.

sou tudo.
uma besta - tudo neles,
que passam, riem, comentam e dizem:
é louco!

caminho mais só, sem dó deles.

...mas louco sem loucura não é louco.

...e sinto desejo profundo, digo mesmo:
louco é o mundo que caminha a esmo!
João Videira Santos
Enviado por João Videira Santos em 27/07/2005
Código do texto: T38197

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (João Videira Santos). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
João Videira Santos
Lisboa - Lisboa - Portugal
233 textos (16636 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 20:34)
João Videira Santos