Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Cálidas como as cantilenas...

Cálidas como as cantilenas
Na calma da tarde, outro afã
Tertúlias que se misturam
Como uma conversa pagã

Risíveis que se douram
Carinhos em todos os sentidos
Afagos preciosos, veia noturna
Desses mares que se navegam

De uma sorte malsã
Minha Ilha de farto Jardim
Se alegra na manhã
Dos gracejos que fazem de mim

Voar sem demora nas asas de mais um beijo!

Peixão89
Peixão
Enviado por Peixão em 29/07/2005
Código do texto: T38562
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Peixão
Santo André - São Paulo - Brasil, 57 anos
3231 textos (120253 leituras)
1 e-livros (241 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 14:05)
Peixão