Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

às vezes choro...

às vezes choro...

enveneno meus olhos com a saudade
...das saudades.

mergulho na turbulência das lágrimas
e penso.

penso em ti,
naqueles que sendo próximos
estão longe no tempo,
perto na memória.

às vezes choro...

afogo-me nas lembranças,
nesse crematório de pensamentos
onde o presente arde
e o futuro envelhece...

às vezes, sinto que as lágrimas são rugas,
marcas da vida
onde sobrevivem saudades!
João Videira Santos
Enviado por João Videira Santos em 29/07/2005
Reeditado em 29/07/2005
Código do texto: T38631

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (João Videira Santos). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
João Videira Santos
Lisboa - Lisboa - Portugal
233 textos (16636 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 07:28)
João Videira Santos