Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

AS MULHERES QUE CARREGO

Meu corpo, mesmo pequeno,
comporta um vasto ventre
que dentro de si carrega
nada menos
que muitas outras mulheres.
Centenas,
que, meio às cegas,
vez por outra,
volta e meia,
meu ventre
ao mundo entrega.
E todas,
e cada uma,
alimentam-se de seivas
que correm por tortas veias,
e descem de forma turva,
deslizam feito sereias,
que esvaindo-se de mim
não me esgotam,
nem me curvam.
As mulheres que carrego
neste ventre de universo
alimentam-se de mim
enquanto alimentam meu verso.

Débora Denadai
Enviado por Débora Denadai em 29/07/2005
Reeditado em 29/07/2005
Código do texto: T38719

Copyright © 2005. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Débora Denadai
Caracas - Distrito Federal - Venezuela, 54 anos
722 textos (154019 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 17:09)
Débora Denadai