Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Poema 0007 - Se... somente amor



Se posso, vou agarrar teu sonho,
ser a razão, ter a razão,
sentir os desejos da paixão,
acatar a luxúria e ser amante.

Se... somente amor...
Todos os gestos são por amor,
então seremos vida,
um coração preso no outro.

Se queres amor, podes ser amor,
mostra-me teus olhos,
quero um brilho de tesão,
um ''para sempre'' sem amanhã.
 
Se és amor, é amor,
poderíamos ser o dia, a noite,
quem sabe mudar o tempo,
doar... antes de pedir.
 
Se queres teu amor preso no coração,
deixa-o abraçado noutro corpo,
dormindo na tua cama,
sonhando com teus sonhos.
 
Se o amor mente, não é semente,
o amor germina em terras invisíveis,
sem verdade, morre no corpo
e vai dos amantes.
 
Se é demais, não é amor,
a paixão queima o corpo, vestindo o outro,
sem dúvidas, com dúvidas, não importa,
é um saber só para alguns poucos.
 
Se... somente amor,
os quereres ficam incrédulos,
as mentiras verdades absolutas,
sem medo, sem vergonha, fico teu.

07/10/2004
Caio Lucas
Enviado por Caio Lucas em 10/02/2005
Código do texto: T3891
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Caio Lucas
São Paulo - São Paulo - Brasil, 68 anos
4429 textos (116250 leituras)
1 e-livros (166 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 08:23)
Caio Lucas