Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Poema 0009 - Sem você



Estou me sentindo perdido, outra vez muito só,
ainda que me olhe, não está me enxergando,
talvez nem esteja sentindo minha presença,
fiquei cansado de esperar por seus carinhos,
perdi minhas vontades, jamais vou implorar.

Acabou, já não sei como sorrir,
está doendo, mas não tenho o direito de reclamar,
acho que sabia que ia acontecer, de novo, como ontem,
acabei ficando à espera do carinho que jamais ganhei,
cansei do sorriso sem importância, das palavras mudas.

Quando voltar a sonhar, não vai ser por mim,
não mais estarei à espera do ''te amo'',
vou tentar viver com minhas lembranças,
algumas poucas que tentei fazê-las de sonhos realidades,
ainda não sei que caminho seguir, acabaram-se os pedidos.

Noite passada fiquei amargo, esperava palavras de amor,
era um dia muito especial, você nem ligou,
queria e mostrei a importância de estarmos juntos,
sem o beijo, vieram palavras que me magoaram,
a beleza da hora acabou, a festa virou despedida.

Sem você eu voltei à minha solidão,
não deveria lhe contar o quanto a amo,
talvez tentasse sonhar mais um pouco noite passada,
mas suas palavras foram duras, seus olhos frios,
sem você fica difícil, sem amor, não tenho amor.

Vou tentar continuar, pelo menos tentar um pouco mais,
alguma vida me restou, estou sem minhas vontades,
também não quero lhe implorar mais nada,
não posso mais viver assim, se um dia voltar a sonhar...
se um dia ainda tiver vida... se um dia voltar a amar.

04/10/2004

Caio Lucas
Enviado por Caio Lucas em 10/02/2005
Código do texto: T3893
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Caio Lucas
São Paulo - São Paulo - Brasil, 68 anos
4429 textos (116253 leituras)
1 e-livros (166 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 21:00)
Caio Lucas