Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

CONTEMPLAÇÃO

E agora sei escutar o silêncio.
Disse-me ele que as palavras vãs fazem sentido,
Como a folha amarelada que cai no outono:
Algo morre, e é preciso sorrir, porque
Toda morte carrega uma vida em si.

Lembro do passado: lembro tudo.
Nada, porém, é mais deslumbrante que o Agora,
Esse, que vem, arrebata todas as razões e
Derruba as falsas seguranças que queremos:
Não é nosso esse privilégio de saber por certo.

Seja assim, então, que a Vida venha, plena
E imprevisível em mim, no efeito do Amor,
Seduzindo a minha alma com a sua promessa
De manhãs únicas, frágeis e inspiradoras:
E que o meu olhar possa sempre encontrar o teu.

Para abraçarmos a mesma visão no horizonte.

© Jean-Pierre Barakat, 29.07.2005
Jean Pierre Barakat
Enviado por Jean Pierre Barakat em 31/07/2005
Código do texto: T39155
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Jean Pierre Barakat
Fortaleza - Ceará - Brasil, 53 anos
111 textos (4960 leituras)
1 e-livros (96 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 13:24)
Jean Pierre Barakat