Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Chuva que cai...



Quase me dá nostalgia
Este cenário molhado
Uma garoa tão fria
Respinga lá no telhado

E pinga a água bendita
Vazando constante do céu
Deixa-me um tanto aflita
Enquanto escorre ao léu

No entanto há certa beleza
Uma quase poesia
Talvez na enorme incerteza
Que a chuva principia

Meu coração pulsa forte
em suave sintonia
parece que tenho sorte
ao ouvir tal melodia

toc, toc, gotejando
em cadência sem parar
a chuva vai me lavando
enquanto fico a cismar


Priscila de Loureiro Coelho
Consultora de Desenvolvimento de Pessoas



Priscila de Loureiro Coelho
Enviado por Priscila de Loureiro Coelho em 10/02/2005
Código do texto: T3936
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Priscila de Loureiro Coelho
Jacareí - São Paulo - Brasil, 65 anos
1286 textos (214473 leituras)
1 e-livros (147 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 25/09/16 09:16)
Priscila de Loureiro Coelho