Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A Espera



 
Há um clima de expectativa
Que se faz sentir no ar
O som de sua alma vai chegar!

Talvez num singelo sussurro
Em doce sonoridade
Seja apenas portador de novidade

Ou de repente, quem sabe
Chegue em estrondoso alarde
Com estranha propriedade

Há um clima de poesia
Que me leva a cismar
Enquanto o espero chegar

Pode ser de nostalgia
De pura melancolia
Ou um simples aguardar

Um som de você vai vibrar
Som que ainda é mistério
Se alegre ou se sério
Nem consigo imaginar

Há toda uma sinergia
Fazendo-me companhia
Esperando o som chegar

Inquietação principia
Num  misto de alegria
Querendo desassossegar

Um som de você vai chegar
Incomoda-me esperar
Porque há uma certa tensão

Pressinto a vibração
Compasso do coração
Que pulsa sem se agitar


Se vai haver sintonia
Ou uma quase agonia
É coisa que eu não sei

De tudo que já passei
E que algum dia pensei
Nada pode isso explicar

Mas o som de você vai chegar
A espera me deixa calada
Com atenção redobrada

E assim quase de repente
Eu ouvirei finalmente
O som que vem de você

Ouvirei atentamente
Acolhendo mansamente
Sentindo-me emocionada

O impacto acontece
Todo meu ser estremece
Na hora que foi esperada...

Sua voz me enternece
Soa como doce prece
Melodia encantada

Deixo-me seduzir
Enquanto me ponho a ouvir
Sua voz apaixonada!





Priscila de Loureiro Coelho
Consultora de Desenvolvimento de Pessoas






Priscila de Loureiro Coelho
Enviado por Priscila de Loureiro Coelho em 10/02/2005
Código do texto: T3938
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Priscila de Loureiro Coelho
Jacareí - São Paulo - Brasil, 65 anos
1286 textos (215229 leituras)
1 e-livros (148 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 10:08)
Priscila de Loureiro Coelho