Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A origem das estórias

A ORIGEM DAS ESTÓRIAS

No princípio, era somente a imaginação; e todas as experiências de vida estavam num caos. A falta de ordem tomava conta de todos os sonhos e lembranças.
E o Escritor disse: “Que haja a letra”, e houve a letra. Ele viu que a letra era boa. Separou-as entre vogais e consoantes: houve a primeira palavra.
E o Escritor disse: “Que haja um parágrafo e que todas as palavras sejam postas nele”, e desta forma se fez. As palavras foram divididas em boas e más; frases após frases foram feitas segundo a sua conveniência: houve o primeiro parágrafo.
E o Escritor disse: “Que os parágrafos que estão dispostos aleatoriamente no papel se reunam em um só lugar e que surja o livro”, e assim aconteceu. E o Escritor viu que isso era bom.
E o Escritor disse: “Façamos os personagens segundo a nossa imagem e semelhança para que sintam alegria e tristeza, amor e ódio, virtudes e vicissitudes; para que sejam também bons e maus, e que imperem sobre todas as coisas e seres que estão nas estórias”, e assim foi feito. E o Escritor viu que tudo isso era muito bom.
E o Escritor disse: “Que o livro verdeje de esperanças, e que cada leitor possa encontrar paz e respostas para o seu ‘estar-no-mundo’ em suas páginas”, e assim se fez. Percebeu que isso era bom. As esperanças se multiplicaram: houve o primeiro livro.
E o Escritor criou as estrelas, os seres aquáticos e terrestres, e tudo que é necessário ao desenvolvimento de uma boa estória, para que vivam em seus livros.
Assim, os primeiros livros com suas estórias foram criados e tudo que habita neles. O espírito do Escritor, após algumas leituras, se fez entre nós.

Fabiano Vale
Fabiano Vale
Enviado por Fabiano Vale em 03/08/2005
Código do texto: T40038
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Fabiano Vale
Ceilândia - Distrito Federal - Brasil
116 textos (13326 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 08:10)