Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

NASCIMENTO

O poema é como a Amada,
tem mãos finas
e unhas pintadas.

Entre o choro e o riso
o poema nasce.
Na solidão dos seres,
na dimensão do adeus.

Nasce o poema
entre o sal e o esperma,
geração de pedra
e pó.

Enfim, na leveza do ar,
o poema deve ser
resfolegado
entre a razão
e o aço.

Passo por passo.

– Do livro OVO DE COLOMBO. Porto Alegre: Alcance, 2005, p. 21.
http://www.recantodasletras.com.br/poesias/40115
Joaquim Moncks
Enviado por Joaquim Moncks em 04/08/2005
Reeditado em 05/07/2011
Código do texto: T40115
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Joaquim Moncks). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Joaquim Moncks
Porto Alegre - Rio Grande do Sul - Brasil, 70 anos
2581 textos (709723 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 06:24)
Joaquim Moncks