Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Eflúvios para qual têmpera...

Eflúvios para qual têmpera
Desde os tempos de Sêneca
Do amor em oxítonas
Seivas de águas lívidas

Dessas coisas que vem do âmago
Insondáveis feito pântano
Nau escura em tempo helênico
Por um olhar às vezes tímido

Que voraz se faz frêmito
Não estranhes minha lírica
Nem quero que me vejas cínico

Nesso uso da informática
Para abusar da gramática
Polidos de amor políticos

Dos ensaios da vida que nos tornam algo romântico!

Peixão89
Inspira do "Amor em paroxítonas" da Angélica K Almstadter
Peixão
Enviado por Peixão em 04/08/2005
Código do texto: T40187
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Peixão
Santo André - São Paulo - Brasil, 57 anos
3231 textos (120251 leituras)
1 e-livros (241 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 06:40)
Peixão