Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Restos de ternura

Já se vai longe aquele velho sonho,
Já não lembro mais de suas cores, ou se possuíram cor um dia.
Ainda guardo em minha velha gaveta aquela sensação de saudade.
Saudade do que jamais vivi, ou dos sonhos que ainda não realizei.
Já se vai longe a lágrima, o tempo levou a mágoa, restando apenas a sensação de que algo ainda não terminou
Continuo voando, buscando o meu porto seguro, ou quem sabe este não seja o próprio céu ou o misterioso mar.
Já não creio mais em antigas lendas, apenas naquele velho anjo torto que insiste em se esconder à noite, embaixo do meu travesseiro.
O meu Chaplin partiu e com ele seu vazio
Ficando apenas pedaços de sua tristeza...restos de ternura.
Daniela Peralles
Enviado por Daniela Peralles em 04/08/2005
Código do texto: T40332
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Daniela Peralles
Florianópolis - Santa Catarina - Brasil, 45 anos
69 textos (3139 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 20:41)
Daniela Peralles