Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

CAMINHOS

Me feri no espinho de uma flor inerte
Me assustei com o choque de uma chuva gélida
Tropecei nas pedras de um caminho árido
Me queimei aos raios de um sol escaldante.

A flor que fere oferta seu perfume
A chuva que alaga fertiliza os campos
As pedras tombam mas marcam os destinos
O sol que arde ilumina os dias.

São sinais da vida que quer acordar
Mostrar o que não está ao alcance dos olhos
Sentidos ocultos de verdades claras
Caminhando atento a favor do vento.

Destinos marcados...
Verdades claras...
Caminhar atento...
Ao perfume...ao vento...às pedras...à luz.
Renato Pereira
Enviado por Renato Pereira em 04/08/2005
Código do texto: T40341
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Renato Pereira
Campos dos Goytacazes - Rio de Janeiro - Brasil, 60 anos
5 textos (215 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 02/12/16 20:17)