Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

QUE PENA!...SÓ



 
 
Viver é jogar se na vida
é permitir
é abrir-se.
É rasgar véus
nada temer,
apenas viver o momento
maior presente do Pai.
Deixar a alma fluir
livre
ser como Águia em céu
liberto
com suas asas
planando esse universo
de mistérios,
segredos,
ultrapassando
as barreiras,
as muralhas,
penetrando em dimensões
invisíveis.
Sem medo de se esbarrar em nada
a não ser no seu eu obscuro.
Porque se resguardar tanto,
se o amanhã não existe.
Somos feitos  de momentos
vividos intensamente,
tornando nos felizes
sem medo de sermos ,
de falarmos,
mesmo que nossa boca se
encontra amordaçada
por incompressões
ou nem mesmo sei
as razões,
mas não me questiono,
pois vivo esse momento
atrevidamente,
entrando em poemas
sem pedir licença,
violentando
e isso sei
mas como sou o aqui/agora
o momento fluindo
não poderia me calar
e deixo o coração falar
para uma Grande Poeta
que tiro o chapéu
milhões de vezes se necessário
for para que ela entenda
que és de uma alma linda.
E sem medo das chibatadas da vida
digo a ti:
 
Namastê!
 
Águia Dourada,
Pedindo Passagem
ZEL
Enviado por ZEL em 01/12/2004
Código do texto: T404
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
ZEL
Aparecida de Goiânia - Goiás - Brasil, 69 anos
311 textos (33939 leituras)
8 e-livros (803 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 06:34)
ZEL