Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Poema 0039 - Te proponho luz



Gosto do silêncio dentro do teu corpo,
o peso some dos músculos e voamos,
as bocas buscam os sabores prontos,
são milagres que nenhum Deus sabe explicar.

Preciso da palavra presente,
um riso na boca de esperança,
os olhos que dizem do amor,
o branco dos dentes com meu gosto de beijo.

Deixo que teus sonhos me invadam,
alguns escuros vão da mente,
as distâncias ficam próximas, muito próximas,
assim como te sinto na carne, mesmo ausente.

Vejo além das nossas vidas, além das almas,
vou até onde meu coração sente o seu pulsar,
me fale um pouco da paixão, a tua, a minha,
deixe que todas as luzes nos acendam esta noite.

Te proponho luz por todas as noites, seremos astros,
faremos os sentimentos se multiplicarem como estrelas,
queira os desejos longe do silêncio que rondam os corpos,
fique abusada de amor, com luz, com força de amar.

04/11/2004
Caio Lucas
Enviado por Caio Lucas em 12/02/2005
Código do texto: T4062
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Caio Lucas
São Paulo - São Paulo - Brasil, 68 anos
4429 textos (116063 leituras)
1 e-livros (166 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 28/09/16 17:29)
Caio Lucas