Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Frêmitos da Noite

Há um picro sabor de amar
na boca só da noite imensa.
Há calor, há névoa, há densa
noite na boca só, a expectar.

Há cúspides e há fateixas
cravadas no ventre da noite.
Há gemidos, dores, açoites
nos flancos da noite. Há queixas.

Há de dois corações, um canto
lamentoso na noite espúria.
Caem dos alvos olhos da lua
duas pedras em forma de pranto.

Há um grito, um frêmito em mim,
de uma noite que não tem fim...
Rahna
Enviado por Rahna em 06/08/2005
Código do texto: T40784
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Rahna
Belford Roxo - Rio de Janeiro - Brasil
54 textos (2208 leituras)
5 e-livros (419 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 00:29)
Rahna

Site do Escritor