Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Égua



Caminho descalça
Lentamente.
Camisola branca, transparente
Valsa
Na minha pele.
E me aproximo de sua cama
DAMA

Deitado, nu, inerte
Não se desperte!
Deixe que meu olhar
Passeie
Pelo seu corpo
Como bem quiser
E assim me achego
MULHER!

E me inclino.
Minha crina
Toca seus pêlos
E farejo seus desejos
E desenho com meus beijos
A trilha
Da cavalgada:
Pernas, coxas, virilhas...
Ah!...cavalgar sem trégua
ÉGUA!
Emília Casas
Enviado por Emília Casas em 06/08/2005
Código do texto: T40889
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Emília Casas
Volta Redonda - Rio de Janeiro - Brasil, 69 anos
22 textos (839 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 14:34)
Emília Casas