Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

(FIGURA - RED GLADIOLA IN WHITE VASE, GEORGIA O KEEFE)

FERIDA ABERTA 

A cada linha que escrevo
vira estátua um desejo,
uma pedra também vira
uma parte minha que escrevo.
E assim, eu sei que devo,
mas não posso e nem consigo,
parar sem nem começar,
ou mesmo fingir que não ligo,
deixar a poesia passar.
Mas ela passa
e eu vejo.
E assim,
a cada linha que escrevo,
uma parte minha eu vejo
virar pedra, cinza, pó
mas a outra
líquida e certa,
já sei que vai sangrar
feito uma ferida aberta,
e vira poesia no ar.

Débora Denadai
Enviado por Débora Denadai em 09/08/2005
Código do texto: T41541

Copyright © 2005. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Débora Denadai
Caracas - Distrito Federal - Venezuela, 54 anos
722 textos (154025 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 14:22)
Débora Denadai