Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Sina

Como se eu trouxesse uma sina
que as vezes me magoa

Como se eu trouxesse um som
que hora ou outra assim se entoa

Querendo disfarçar a mágoa
querendo cantar à toa

Nem sempre anima
nem sempre perdoa

E por mais que o poema brilhe
dificilmente o poeta ecoa.
Bhall Marcos
Enviado por Bhall Marcos em 11/08/2005
Código do texto: T41959
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Bhall Marcos
Londrina - Paraná - Brasil, 48 anos
418 textos (28840 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 06:19)
Bhall Marcos