Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

MEU PAI


Lembro-me bem do passado
Na minha caminhada presente,
Tempo em que crescia contente,
Nada me deixava assustado.

Tinha meu pai ao meu lado,
Anjo de proteção permanente
Contava lendas do príncipe valente
E eu adormecia feliz e cuidado.

Pai, implacável é a roda da vida,
Mas tenho tuas palavras na memória,
Teus ensinamentos em forma de história
Para que eu não fosse uma alma perdida.

Valeu, pai, cada bronca severa,
Cada castigo sem televisão,
Graças a ti sou um homem de visão
Agarrando-me como a hera

Na alta parede que tu fizeste
Com amor e sabedoria.
Pai, eu juro que não sabia
Que o tesouro que tu me deste

É a mais rica de toda herança
Que o homem deixa neste mundo,
O imenso carinho, o amor profundo,
Hoje eu os repasso à minha criança.

13/08/05.
Maria Hilda de Jesus Alão
Enviado por Maria Hilda de Jesus Alão em 13/08/2005
Código do texto: T42283

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Cite o nome do autor). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Maria Hilda de Jesus Alão
Santos - São Paulo - Brasil
848 textos (343058 leituras)
19 áudios (10579 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 02:53)
Maria Hilda de Jesus Alão