Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Na penumbra




Entre as sombras que ocultam o tempo
Teu vulto ronda meu pensar
Que passeia pelo espaço sem fronteira
Há que se valer do desatento
O momento em que a hora secular
Entorpece a razão por brincadeira

Na meia luz caminho errante
Alma que ousa mistérios desvendar
Não me importando com tolas garantias
Entrego-me ao universo confiante
Sem temer e sem me acovardar
Seguindo apenas o impulso da poesia

Na obscuridade que abraça a consciência
Permito-me apenas mergulhar
No abismo onde a idade se dilui
Farta-me o saber da existência
Que deseja meu juízo alterar
Sem saber que há muito... eu já fui!

Na penumbra do vazio eu te encontro
E de pronto me alegra o coração
Que se abre ternamente sem pudor
Corro delirante ao teu encontro
Dedicando-te toda minha atenção
Enquanto te entrego meu amor.





Priscila de Loureiro Coelho














Priscila de Loureiro Coelho
Enviado por Priscila de Loureiro Coelho em 13/08/2005
Reeditado em 19/08/2010
Código do texto: T42421
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Priscila de Loureiro Coelho
Jacareí - São Paulo - Brasil, 65 anos
1286 textos (215231 leituras)
1 e-livros (148 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 15:41)
Priscila de Loureiro Coelho