Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O MAPA E A TRADUÇÃO










Não tenho coerência nem incoerência,
Apenas me basto e procuro caminhar na trilha
Sem saber direito qual é o jogo que jogo.
Não tenho esperanças.
A rota é sempre a mesma, sempre circular,
Sempre contraditória apesar das provas em contrário.
Somos meros desenhos sem sentido
Quebra-cabeças prosaicos e desconexos.
Fazemos coincidentes mapas que, no final,
Serão sempre a eterna procura por nós mesmos.
(Quem tiver o entendimento que traduza).

PHYLOS
Enviado por PHYLOS em 16/08/2005
Código do texto: T43101

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, criar obras derivadas, desde que seja dado crédito ao autor original (Cite o nome do livro e do autor) e as obras derivadas sejam compartilhadas pela mesma licença. Você não pode fazer uso comercial desta obra.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
PHYLOS
São Paulo - São Paulo - Brasil
49 textos (5185 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 18:28)
PHYLOS