Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

"Soneto" SERÃO ESPINHOS... SER&At

SERÃO ESPINHOS... SERÃO ROSAS



Serão espinhos..., serão rosas,
Estas minhas mãos desajeitadas,
É que se há verdade nas prosas,
Quanto delas são palavras eivadas,

De lembranças mui ardilosas,
Já por mim então inventadas?
Ao escrevê-las diremos nossas:
Mas como se as tomamos emprestadas?

Serão rosas ou serão espinhos?
Estas mãos são sobretudo uma necessidade
De criação, de doutos caminhos.

Por isso digo amor, e fora pedra.
E não há diferença nem falsidade,
Se ambas medram da mesma leva.


Jorge Humberto
(12/08/2003)
Jorge Humberto
Enviado por Jorge Humberto em 13/02/2005
Código do texto: T4334
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Jorge Humberto
Portugal, 50 anos
2622 textos (66676 leituras)
22 áudios (937 audições)
13 e-livros (541 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 15:08)
Jorge Humberto