Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Vem amor






Vem que te espero
Ah! Vem porque te quero
E quero sempre e muito e tanto!

Vem, amor

Vem que te venero
E sem tua presença, desespero
Pois tua ausência é meu desencanto

Vem amor

Rogo-te repetidamente como num rosário
Minha morada é teu santuário
Sacrário onde arde a paixão

Vem amor

Porque a espera mata e fere minha alma
Reduz a tolerância e a calma
Explodindo em gotas de tensão

Vem amor

Vem que já não posso esperar
O fogo arde, pondo-se a queimar
Vem apossar-se de meu coração

Vem amor

Porque o dia, já está sem cor
Já me envolve a escuridão
E eu necessito de seu amor!

Vem...






Priscila de Loureiro Coelho
Enviado por Priscila de Loureiro Coelho em 13/02/2005
Código do texto: T4349
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Priscila de Loureiro Coelho
Jacareí - São Paulo - Brasil, 65 anos
1286 textos (214507 leituras)
1 e-livros (147 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 28/09/16 22:37)
Priscila de Loureiro Coelho