Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Poema 0041 - Piano abandonado



Estou como o piano velho no canto da sala vazia,
o som das minhas palavras já não é ouvido,
sinto que a magia apagou, as mãos pararam no ar,
já não tenho seu toque, não como antes.

Quero os corpos, como a música, tocados à quatro mãos,
os corações escrevendo a melodia à duas paixões,
o perfume exalando entre as peles coladas,
o som forte das batidas se confundindo no peito.

Quero todos os gemidos e urros de quando faz amor,
corpos mexidos, tocados como se fossem teclas,
da magia dos sons à mistura dos gostos,
no ato simples de querer, amar o amor do outro.

Não deixe o piano esquecido no canto escuro,
diga que estamos entre luzes fortes,
deixe que os sentidos nos agucem nesta noite,
ao som do piano, antes abandonado, fazer amor.
 
08/11/2004
Caio Lucas
Enviado por Caio Lucas em 14/02/2005
Código do texto: T4410
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Caio Lucas
São Paulo - São Paulo - Brasil, 68 anos
4429 textos (116247 leituras)
1 e-livros (166 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 23:21)
Caio Lucas