Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

TEMPESTADE

Elane Tomich

A dádiva da tempestade
incita-me ao mar remoto
onde o azul se transforma
em porquês de maremoto.
Lá  minhas poucas verdades
agitam a questão que se forma.

Onde o mar vira espelho,
miro-me no verso do verde
ponto de inversa beleza
e vejo quanto está velho
o que em se esquecer se perde,
no proceder da certeza.

Lá onde o mar se contorce
dança de naja encantada
sobre dunas de segredos,
calando o espanto no aporte
às águas dos afogados
e aos matizes do medo.

Entre o verde e o azul,
prefiro a escolha do vento
Sem norte vadia o destino.
gela um desejo ao sul
na vírgula do advento,
do não sei, mero inquilino

pasmo da exclamação
entrando dentro da gente.
Imenso, o dizer do mar,
em ondas de interrogação,
da dúvida, meio -ambiente
em verde de azul buscar...

***

 ...Marulhas de matutar...

 
 
Elane Tomich
Enviado por Elane Tomich em 23/08/2005
Código do texto: T44464
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, fazer uso comercial da obra, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Elane Tomich
Teófilo Otoni - Minas Gerais - Brasil
319 textos (11441 leituras)
1 e-livros (126 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 01:09)
Elane Tomich

Site do Escritor