Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Oração do Mar
Augusta Schimidt & Tere Penhabe

Das profundezas elevo minhas ondas e saúdo as estrelas
que no céu brilham a iluminar minhas noites.
Nas brancas areias da praia me espalho em preces,
agradecendo a vida farta e harmoniosa
que em meu coração habita.
Nos rochedos espalho minha espuma borbulhante
em sinal de paz.
Com minhas águas multicoloridas,
refresco o vôo das gaivotas,
minhas doces companheiras,
que de meu seio se alimentam.
E a ti, minha rainha Iemanjá,
ofereço um tapete flutuante de rosas
em agradecimento ao amor que me dedicas
e pelas bênçãos que derramas
quando abres o teu leque de rendas
com perfume de mel.
Que os navegantes que acolho em minha raia,
tenham sempre a chance de voltar...
Que os corpos descuidados que em mim ficaram,
tenham suas almas instaladas e confortadas no meu paraíso.
Que além do horizonte que se sobrepõe a mim,
todos encontrem a chave dos seus sonhos.
Que eu seja sempre a fonte inesgotável para matar a fome.
Que eu seja forte o bastante, para que os homens
não consigam me destruir, pois destruiriam a si próprios.
Que o alento que vislumbram em meu azul, continue sendo
a paz que os seres precisam para suas caminhadas.
Que todos possam sobrevoar a minha imensidão algum dia,
livres, e chegar onde sempre quiseram estar.
Eu estarei esperando...de braços abertos!
Assim seja!


Augusta Schimidt
Enviado por Augusta Schimidt em 23/08/2005
Código do texto: T44628

Copyright © 2005. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Livros à venda

Sobre a autora
Augusta Schimidt
Campinas - São Paulo - Brasil, 66 anos
366 textos (532198 leituras)
4 e-livros (6968 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 08:09)
Augusta Schimidt

Site do Escritor