Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Mais um dia

Cai a noite cansada por tantos dias seguidos
De solidão repleta de gente só
Acompanho-me mudo
Sem vontade de conversar-me
Não tenho o que dizer a mim mesmo
Sigo-me somente pelo que sou

Em meu caminho ando-me
Sem nada levar
apenas o peso do vazio
a esvaziar-me os dedos
que tentam segurar
o que não é seguro

Olho apenas para os lados
enquanto sigo em frente
como quem tem peito rente
por tanto sofrer

Do que faço-me bem
É mal e nem bem sei porque o faço
Mas faço-o por sentir
Que o não fazer o mal
Tanto me engana
Quanto o bem que tento
E não faço

Levo-me nessas lembranças
Só de infâncias
Minha última instância
Causa ganha
Em memorando à preamar

Amor que nesta vida tão lida
Nas frases só esquecidas
Quando em branco
No folheio d´alma encontrar
leandro Soriano
Enviado por leandro Soriano em 24/08/2005
Código do texto: T44700
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
leandro Soriano
Santos - São Paulo - Brasil, 59 anos
199 textos (8370 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 12:26)
leandro Soriano